Entrega Rápida no Portugal com a UPS: 2-3 dias úteis por apenas € 13 Grátis a partir de €150.

0

O Seu Carrinho está Vazio

O que é cânhamo?

3 min de leitura

O que é cânhamo?

O cânhamo faz parte da nossa cultura há mais de 10.000 anos

O cânhamo é uma das mais antigas culturas domesticadas conhecidas pelo homem e acredita-se que tenha tido origem na Ásia Meridional ou Central.

O cânhamo é uma das fibras macias naturais mais fortes e duradoras do planeta. Tem sido usado para papel, combustível, óleos, remédios, roupas, caixas, plástico, cordas e até mesmo alimentos há milhares de anos. De fato, a História Mundial da Colombia afirma que a mais antiga relíquia da indústria humana é um bocado de tecido de cânhamo que nos remonta a aproximadamente 8.000 aC.

Por isso, o cânhamo tem uma grande variedade de usos. Um fato interessante a ter em conta é que o cânhamo era mesmo considerado moeda legal (dinheiro), pois as pessoas poderam pagar os seus impostos com cânhamo por mais de 200 anos na América. O cânhamo era tão valioso que os fazendeiros eram às vezes multados ou até presos por não cultivar cannabis tanto na América como na Inglaterra. 

Cânhamo não é Marijuana. A Marijuana não é cânhamo

A marijuana e o cânhamo são duas formas diferentes de cannabis. Cada uma tem os seus próprios usos e benefícios separados.

Uma das primeiras diferenças de como deve distinguir entre o cânhamo e a marijuana é o fato de que a droga é geralmente usada apenas de forma recreativa, espiritual e na medicina. Muitos usam-na para fins psicoativos (“drogar-se”) ou efeitos e benefícios não psicoativos, dependendo no conteúdo dos canabinóides.

O cânhamo, por outro lado, tem naturalmente uma quantidade muito alta de canabidiol (CBD) na maioria dos casos e apenas uma quantidade mínima de tetrahydrocanabinol (THC). Felizmente, o perfil canabinóide do cânhamo é ideal para pessoas que procuram benefícios da cannabis sem os propósitos psicoativos (“pedrado”).

O cânhamo é usado para fazer suplementos de ervas, alimentos, fibras, corda, papel, tijolos, óleo, plástico natural e tantos outros usos e benefícios industriais e ambientais ao longo da história.

Na última década, os ciêntistas interessaram-se cada vez mais pelos benefícios médicos de outro composto encontrado em ambas as plantas, conhecido como canabidiol (CBD). O CBD é um componente não-psicoativo da planta de cannabis, mas tem fama de ajudar com uma infinidade de condições médicas.

É importante saber que, embora o THC e o CBD sejam os componentes mais estudados da cannabis, existem muitos compostos químicos encontrados na planta, como cannabigerol (CBG), cannabichromene (CBC), canabidivarina (CBDV), tetrahidrocanabivarina (THCV), terpenos e flavonóides. Embora ainda haja muito a aprender sobre esses outros produtos químicos, os ciêntistas descobriram que os extratos de cannabis que contêm essas outras substâncias químicas, são mais benéficos do que os extratos isolados que contêm apenas CBD ou THC.

É tudo cannabis

Cientificamente, o cânhamo industrial e marijuana são as mesmas plantas, com um nome de gênero e espécie de Cannabis sativa. Estes têm um perfil genético drasticamente diferente.

Porque é que o cânhamo e a marijuana se misturam tipicamente pois ambos são da mesma espécie de planta, Cannabis sativa L.

Embora tanto o cânhamo quanto a marijuana tenham sexos masculino e feminino, o gênero de planta feminina é o que mais distingue principalmente o cânhamo da marijuana. Na planta de marijuana, as plantas femininas produzem os botões e as flores para consumo dos utilizadores, a fim de obter efeitos psicoativos ou não psicoativos. Com o cânhamo, por outro lado, as plantas femininas descascam as sementes e têm fibras fortes, que é o que para o que cânhamo é usado principalmente. Por este motivo, o cânhamo é utilizado principalmente para fins industriais e comerciais.

O Cânhamo Industrial é sempre uma variedade de Cannabis sativa, enquanto a marijuana pode ser Cannabis sativa, Cannabis indica ou Cannabis ruderalis. A principal diferença é como é que o cânhamo industrial foi criado em comparação com uma forma de marijuana da Cannabis sativa. Tipicamente falando, o cânhamo industrial é muito fibroso, com hastes longas e fortes, e quase não tem botões floridos, enquanto uma variedade de marijuana de Cannabis sativa será menor, mais arbustiva e cheia de botões floridos. No entanto, novas variedades de cânhamo industrial na Suíça estão a ser criadas para ter mais flores e maior rendimento de canabinóides e terpenos.

Para colocar isto em perspectiva, a marijuana pode ter de 5% a mais de 20% de tetrahydrocanabinol (THC) conteúdo, enquanto o cânhamo tem apenas 0,3% a 1,5% de THC.


Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem apresentados.


Visualizar o artigo completo

ACDC
ACDC

4 min de leitura

Visualizar o artigo completo
Katelyn Faith
Katelyn Faith

4 min de leitura

Visualizar o artigo completo
Arlequim
Arlequim

4 min de leitura

Visualizar o artigo completo

Junte-se à nossa newsletter para obter um presente de boas-vindas gratuito